terça-feira, 28 de setembro de 2010

Magoa

        Por que, quando me magoam, sou eu que me sinto "indigna"e inferior?
        Sei lá, é como se a pessoa só me magoasse porque eu não tenho a capacidade suficiente de compreende-la.
        Sabe, de todas as formas, no final não importa porque minha nova era começou, os que me entendiam plenamente estão mortos e só não ou parar porque ainda não chegou a hora, talvez consiga ser melhor em aproveitar o que eles descartaram.
        É, no fundo, espero muito das pessoas.
(Sim, é a Penélope Cruz na foto)

Bienvenue dans ma réalité

        Ódio, sofrimento e dor. Esses são meus objetivos. Serei uma máquina de extermínio em massa, na verdade já o sou mas abdiquei, durante muito tempo, de exercer esse poder.
         Estou acima do bem e do mau, pois o principal são minhas regras. Sigo o terceiro caminho, o meu caminho. Minha jornada só acaba quando eu achar que está bom (ou morrer do nada), enquanto isso não acontece explorarei meus poderes. Serei mais irresistível, usarei tudo que tenho e sempre escondi.
         O medo e o remorso já não habitam em mim e esse é o atestado dessa nova fase (minha própria 'nova era').
         Preparem-se para mudanças, que podem não gostar muito. Eu posso perder o que mais gosto mas, como disse, certos medos não me habitam mais.
         A partir de agora não mais sobrevivo, finalmente vivo. E no final só três lembranças permanecem em mim : Kronos, Pâmela e Daniel - Minha mente sempre repete*.

{pequeno ensaio sobre uma mente pertubada}
* Ver "Telegrama de Moscou" de Carlos Drummond de Andrade.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Sexta feira

         Acho que, como uma grande maioria, adora as sextas. Só que eu não gosto delas pelos mesmo motivo que a maioria, sair e conhecer pessoas na balada, eu as adoro porque é na sexta que tudo acontece.
         Na sexta retrasada eu conheci o Lear, um rapaz fofo e simpático (e muito bom também). Na verdade eu tenho sérios problemas em conhcer pessoas novas. É que quando eu encontro alguém que não conheça o meu cérebro grita "CORRE E SE ESCONDE!". Ou seja, tenho probleminhas (nada que você não saiba). Mas o que foi interessante notar é que na hora em que as coisas realmente aconteceram foi ele que ficou nervoso. Ou seja, QUE COISA FOFA!!!!!!!